quinta-feira, 5 de setembro de 2013

REFLEXÃO PROFUNDA: devo lavar as mãos antes ou depois de mijar?


… secalhar não é assim tão parvo. Dedico-me hoje a uma profunda reflexão interior sobre a higiene praticada pelo ser humano. Distantes do cachorro que desinfeta os genitais com cuspe num esfreganço desenfreado com a língua, o ser humano apresenta ainda assim um conjunto de comportamentos não uniformes entre pares. O que quero dizer com isto? Bem, um pouco por todo o mundo ocidental ditam os mandamentos da higiene que depois de ir ao WC lavam-se as mãos e siga a marinha, certo? Pois, mas ainda hoje assisti a um ato de indisciplina no que respeita a esta convenção. Meter o sardão para dentro e sair porta fora é claramente a atitude que pode levar um indivíduo a ser rotulado de suíno para cima, o que em termos reputacionais, exceto entre o mundo judeu, não abona nada em favor do indivíduo. Já tinha visto movimentos que pareciam indiciar uma saída prematura do WC, privada de água e sabão, mas perante a vergonha de o fazer perante uma outra pessoa presente, o guinar para o lavabo era crónico. Hoje foi diferente, foi mesmo ousado, o badalhoco saiu porta fora, quiçá de mãos húmidas e tudo, não se importando com o que poderia pensar sobre a sua higiene. Ora foi aí que me pus a pensar…..


E se fosse um indivíduo extremamente confiante na sua higiene ao ponto de saber que estava tudo tão esterilizado que o ensaboar das mãos se tornaria supérfluo? Então em vez de um badalhoco estaríamos perante um germicida com pernas e braços. Dá que pensar da injustiça do meu pensamento inicial. Mas não me fico por aqui, achei por bem aprofundar o pensamento, e verdadeiramente, faz tanto ou mais sentido lavar as mãos antes de pegar no material, ora se andei quiçá a cumprimentar pessoas, a mexer em coisas e a fazer que raio não sei o quê, se não lavar as mãos antes de, então estou a cometer um ato de crueldade higiénica para com o meu besuguinho. E tratando-se do órgão que permite garantir a descendência, entre outros deleites, todos os cuidados são poucos. Os padrões de higiene são por isso bem cruéis ao marginalizar nos seus standards o dito órgão, sinalizando a necessidade de lavar as mãos sempre que este é levado a facilitar o esvaziamento da bexiga.

Em suma, eu devo-me preocupar mais com as minhas mãos antes de pegar no material, do que propriamente depois. E foi esta a nova realidade que descobri, depois de julgar precipitadamente um daqueles tipos que acaba de puxar o fecho éclair já fora do recinto de jogo.  Bem sei que a conversa hoje é meio para o estragada, mas há situações na vida dum homem que acabar por proporcionar pensamentos profundos sobre assuntos de m****, literalmente falando.


Mas então o novo padrão para o chichi no WC, por esta lógica, deveria ser o de lavar as mãos à chegada, e depois à saída, certo? Depende se a água da torneira é fria ou quente. Se for quente, vale, é lavar, pegar no dito, apontar e disparar, se for fria, como o é na grande maioria dos casos, prudência, o choque térmico pode muito bem perturbar o normal funcionamento da peça de fruta fálica. Por isso, recomenda-se o uso de luva só para garantir o manuseamento a uma temperatura adequada, entenda-se, até 10 graus abaixo da temperatura do corpo humano. Mas a parte mais traiçoeira vem a seguir. Eu lavo as mãos depois de me aliviar e  depois de secar as mãos, saio porta fora, certo? Nada mais errado, o puxador do WC está  tão carregado de germes, que o mais correto depois de lhe deitar a mão era ir de urgência ao hospital levar uma dose cavalar de penicilina. Ou isso ou arriscar morrer de doença desconhecida. O puxador do WC, e lembrem-se disso, é nada mais nada menos que um laboratório desprezado por cientistas. Assim sendo, toca a levar uma outra luva no bolso, de preferência da mão contrária àquela que se calça a luva para manuseamento do “frágil pode partir”. Só para evitar o acidente de calibre nuclear que seria pegar no coiso com a luva de abrir a porta à saída do WC.

Vou por isso escrever à Organização Mundial de Saúde para que se adotem estes novos procedimentos, que resumindo implicam: entra no WC e lava as mãos com sabão, de seguida enfia a luva direita na mão direita (para os manuseadores destros, o contrário para canhotos), alivia, sacode violentamente mas com o cuidado necessário para não tocar nada, tira a luva que deve ser colocada no bolso, lava-se as mãos novamente com sabão, depois, luva esquerda na mão esquerda, abre a porta do WC de luva calçada e volta a tirar a luva uma vez fora, retomando a vida normal para o resto do dia. É um procedimento pesado que eu próprio estou cético em adotar, dada a sua complexidade, razão pela qual vou começar andar a fazer pontaria aos pneus. A vida de cão é mais prática!

Pantomineiro Mor

13 comentários:

Anónimo disse...

Ó nabo, o teu cu não tem inveja da quantidade de merda que te sai da boca? Nojo!!!

Pantomineiro Mor disse...

Já vi que entraste no espirito do texto, e percebi ainda que nem lavas à entrada nem à saída, dado o tom ofensivo da tua escrita.

PM

Anónimo disse...

Sinceramente, não é mais fácil um gajo mijar sentado?

Pantomineiro Mor disse...

Isso agora acho que dava um outro post deste tipo!

PM

Anónimo disse...

Outra questão: Lava-se os dentes antes ou depois do pequeno almoço?
Quanto ao post, o PM devia fazer como o Donald Trump e limpar as mãos depois de cumprimentar uma pessoa. Nunca se sabe..

Pantomineiro Mor disse...

Grande sugestão para um post, ainda hoje nao se bem, sei que lavo depois, vou pensar nisso!

Não penses que algumas vezes não faco como o trump, então se sentir humidade o aperto.,,,

Abraco

PM

Anónimo disse...

Como não mijo p'ras maus (nem pés), tomo banho todos os dias (logo tenho sempre a pilinha limpinha) e nao tenho por habito brincar com as bolinhas de naftalina do urinol eu lavo sempre antes da função.

Pantomineiro Mor disse...

Sábia decisão, incluindo o não brincar com as bolinhas de naftalina!

PM

Anónimo disse...

A sua mãe não lhe deu educação.... a dita que diz que lhe sai pela boca... a si, deve ficar mesmo no lugar do cérebro... por isso fez este comentário... esse sim, um nojo...

Anónimo disse...

A questão que já me tinha passado pela cabeça era que mais suíno é aquele que lava as mãos depois de ir à casa de banho e abre a porta do próprio WC com a mão que aquele, como eu, que não lava as mãos mas tem o cuidado de abrir a porta ou com o pé ou em caso de impossibilidade com o papel higiênico...

Pantomineiro Mor disse...

Epá, além dessa prática saudável de abrir as portas com o pé, fica um conselho, passa também as mão por água e sabão!

PM

Anónimo disse...

Isso é subjetivo um mecanico provavelmente lava antes um engenheiro deve ser depois ...

Pantomineiro Mor disse...

O mecanico percebo, o engenheiro nao!

PM

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
!-- Start of StatCounter Code for Blogger / Blogspot -->