quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

DEFESAS que salvam GOLOS! Vale a pena ver....



Um reconhecimento aos defesas que anulam golos "certos"!
Publicado por Memes da Bola em Terça-feira, 29 de Dezembro de 2015


Alguns dos lances são absolutamente fantásticos!!!

Pantomineiro Mor

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Mais uma PATACUADA do Nuno LUZ em direto... muito BOM!





Nuno Luz, o artista dos "directos"!#belotacho
Publicado por Memes da Bola em Quarta-feira, 9 de Dezembro de 2015


Nem conseguíriamos viver sem ele!

Pantomineiro Mor

Julen LOPETEGUI para combater o ESTADO ISLÂMICO

X)

Página papa Pinto da Costa http://ift.tt/1Rckodh

Tem tudo para dar certo, mas depois deixa de ser treinador do FCP.... uisso é que não!

Pantomineiro Mor

Aguenta LOPETEGUI, os rivais precisam de ti ao LEME!



Fernando Rocha Porto
Fernando Rocha comenta jogo do Porto...
Publicado por Memes da Bola em Quarta-feira, 9 de Dezembro de 2015




Lopetegui prometia fazer história….  E fez! Conseguiu ser dos poucos treinadores esta época a não ganhar ao Chelsea. Não era evidente perder, foi necessária uma mestria ímpar para colocar um freio no 11 que alinhou frente aos blues. Bem sei que já lá vai mais de um ano que as experiências intermináveis jogo após jogo assolam o 11 portista, mas de qualquer forma é proeza chegar ontem a Stamford Bridge e levar duas batatas sem resposta. E assim de facto se fez história, a somar à história de faltarem duas jornadas para o fim da fase de grupos da Liga dos Campeões, um jogo em casa e outro foram ser necessário apenas 1 ponto para a qualificação e…… somar uma bola bem redondinha nos dois! Os meus sinceros Parabéns. Assim até os rivais, lagartos e lampiões têm legítimas aspirações a conquistar o caneco mor do nosso burgo! E se assim for, Lopetegui voltará a fazer história como o coach com maior orçamento a não ganhar nada em duas épocas consecutivas!!!! É que nem o Couceiro quando por lá passou (bem sei que não o deixaram fazer duas épocas, aliás, nem uma)!

Para quem tinha que ganhar um jogo frente a uma equipa que  é uma manta de retalho ao nível psicológico, quem é que se lembraria de jogar sem ponta de lança, meter extremos a jogar a avançados móveis, puxar laterais para o meio campo e colocar  um central a lateral! Assim fazer história fica mais fácil!


Pantomineiro Mor

Faltava 1 PONTO... e ficou a faltar 1 PONTO! Grande pub....


falta 1 ponto porto
Boa noite pessoal...Enviado pelo Davide Gomes
Publicado por Memes da Bola em Quarta-feira, 9 de Dezembro de 2015

Lá ficaram os dois tarolas à espera eternamente pelo ponto que faltou na Liga dos Campeões.

Pantomineiro Mor

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Como sempre, o SPORTING a ver NAVIOS!




No comment on this one! muito BOM!

Pantomineiro Mor

Porto ganha ao sprint a parceria para o CICLISMO ao Sporting!




Porto e Sporting a discutirem entrada no ciclismo em parceria com a W52 X)
Publicado por Memes da Bola em Segunda-feira, 7 de Dezembro de 2015


É, acho que foi mais ou menos assim que aconteceu!

Pantomineiro Mor

O menino de ouro RENATO SANCHES endeusado por meio mundo!



Custa a acreditar que um miúdo de 18 anos jogue com o grau de maturidade de Renato Sanches. Por isso, a alguns, custa até a acreditar que tenha esses mesmos 18 anos e não 25 a 30. Felizmente há imagens do puto a jogar nos juvenis com uns 12 anos, numa altura em que os que afiançam que o miúdo tem agora 30, na altura teria uns 24, o que com aquele corpo franzino seria impossível. Custa aos rivais ver uma pérola destas nascer para o futebol vestido de encarnado!

Já a imprensa tem endeusado o novo menino de ouro, tudo o que sai daqueles pés, sai perfeito, seja lá o que for! Não lhe vejo tenho visto muitos defeitos, mas o puto jogou ainda muito pouco, e sempre que o fez, fê-lo em estado de graça. Há uma coisita que não percebo, como é  que o Vitória só agora, com 1/3 da temporada decorrida descobre este diamante. Não estava lá em agosto? Bem, adiante, o que importa é que o descobriu, coisa que nunca teria sucedido com o antecessor carregado de mofo a preferir tudo o que não fala a língua de Camões. Também me surpreende os fogachos de Victor Andrade, que agora se arrasta no banco de suplentes, já não é bom? Em teoria, quanto mais tempo vão jogando e convivendo no plantel principal, melhor ficam….. parece que deste lado da segunda circular não é bem assim!

Voltando à vaca fria, ainda ontem ouvia comentadores elogiarem de sobremaneira cada gesto de Renato Sanches, até numa queda aparatosa o médio encarnado tinha demonstrado argúcia ímpar ao deixar-se cair perante o encosto do adversário ao mesmo tempo que protegia a bola enquanto caía. Acabei por tirar o som ao televisor por me encontrar nauseado com tamanho mateiganço, mas lá fui imaginado que naquele passe direto para a  linha lateral não tenha faltado a visão de quem queria pausar o jogo fazendo subir a equipa, ou naquele passe direto para os pés dos colchoneros, um primor no qual Renato fez o adversário cair na esparrela de partir para o contra ataque, quiçá naqueles largos minutos de jogo durante a primeira parte em que não tocou na chicha, onde a movimentação em campo foi determinante para o controlo das operações no miolo. Enfim, poderia continuar aqui o resto do dia a imaginar os elogios dos comentadores perante o novo Deus do futebol português.

Agora mais a sério, o puto joga com a maturidade que falta a outros bem mais velhos, e joga lindamente. Não faz tudo bem, longe disso, mas talento não lhe falta. Gostava apenas que não o colocassem no pedestal que só daqui a 2/3 anos poderá ocupar. E já agora, aquele golaço na última jornada, ao Júlio César nos treinos não o marcava ele, é que a bola não foi bem ao angulo!


Pantomineiro Mor

O irmão mais famoso de Mário CENTENO!






Sou só eu a achar? Só tem é mais pelo, de resto o mesmo olhar de manos!

Pantomineiro Mor

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Talento de TARAABT no BENFICA B 1 - 0 SPORTING B



Taraabt ♥
Publicado por Memes da Bola em Domingo, 6 de Dezembro de 2015



Se tivesse aparecido alguém entre a desviar ao primeiro poste.....

Pantomineiro Mor

Sporting perto de COMPRADOR MILIONÁRIO de direitos televisivos!!!!

Sporting está muito perto de garantir patrocionador milionário…

Mais que perto, colado,

Pantomineiro Mor

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

E tu SEVERINO, que idade tens?????



Com esse cabelinho pintado de cajou querias parecer uns 10 a 20 anos mais novo, mas não, tás lá na turma dos sexagenários, se não estás, tás la perto!

Pantomineiro Mor

Nota: parece que o Carlinhos Severino tem a mania de duvidar da idade dos outros, no caso, do Renato Sanches, como ele gostaria que os outros duvidassem da idade dele!

A história completa aqui:

http://hugogil.pt/carlos-severino-diz-que-renato-sanches-tem-28-anos-nao-viu-estes-videos/

Mário CENTENO às TURRAS com os números... com ar de TOTÓ!



Que enorme cartão de visita para um ministro das finanças! Muito bem, já nos fez rir, o que para um ministro das finanças não é fácil, agora vamos ver quando é que nos faz chorar com uma subidinha dos impostos.

Pantomineiro Mor

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Precisamos é de APITOS mais CONDICIONADOS



Quem condiciona mais quem? Os apitos são condicionáveis? Teoricamente não, pelo menos com base em bate boca na praça pública. Admito que se lhes aproximarem uma naifa à goela isso possa de alguma forma fazer pender a mente do apito para o lado do ameaçador perante um lance de difícil juízo. Mas bom, contra factos não há argumentos. É verdade que a agitação toda da badocha na praça pública em torno da famosa caixa dos jantares mexeu com a generalidade dos apitos. E mexeu também com a ala benfiquista dedicada à comunicação representada pelo já famoso Mr. Burns. Pois, sugere esta maltinha expert em falar para os média que os apitos erram a favor do Sporting, mas não, na realidade o que está a acontecer é algo muito diferente. A badocha jogou bem no tabuleiro do achincalhar público, e conseguiu não que os apitos errem a favor do Sporting mas sim que os apitos, na dúvida, não favoreçam o benfas, e consequentemente, por vezes errem contra este. E isso não é mais do que uma reação legítima de um apito que se sabe ter recebido uns jantares oferecidos e agora não pretende dar parte fraca beneficiando o tão generoso clube que lhe colocou nas mãos tão fartos repastos.

Saiu o tiro pela culatra ao benfas. É óbvio que a oferta de jantares em barda a coberto de uma cortesia da equipa da casa cola mal, é demais. Um pin é uma lembrança, 4 jantares não! Olha, pareço a badocha a falar! Cruzes não! Deve ser lixado andar a untar as mãozinhas aos apitos para eles agora terem medo de beneficiar o benfas. Bem, mas é só agora, porque até agora o silêncio dos que não falavam dos apitos se justificava apenas pelo facto das coisas correrem bem dentro de campo num acordo tácito  entre clube e apitos para um “ de barriga cheia tomarás as decisões certas em campo a meu favor”.  

Esse tempo acabou. O benfas sai a terreiro para tentar condicionar os apitos já condicionados pela badocha para errarem a seu favor. Sofrem doravante os apitos de um duplo condicionamento que poderá na realidade favorecer o futebol português, pois um apito duplamente condicionado, de um lado pelo benfas, do outro pelos lagartos, irá certamente ajuizar melhor os lances. Eu explico com recurso ao último derby. O lance do Luisão no final do jogo. O primeiro instinto é de não assinalar penalty, condicionado pelos lagartos no caso associado aos jantares, mas nesse mesmo instante, condicionado também pelo benfas sobre este condicionalismo que os leva a favorecer a lagartagem, saca do apito e…. penalty…. Bem assinalado! Cá está um caso em que este duplo condicionalismo resulta numa decisão acertada do apito. Teria dado jeito antes do derby que o superdragão Jorge Sousa tivesse sido duplamente condicionado. Pena é, pena é, como diria Domingos Paciência. Assim, não me resta senão concluir que para termos melhores exibições dos apitos devem estes ser condicionados severamente por todos os quadrantes futebolísticos na praça pública. Para o perfeito equilíbrio aguardo ansiosamente que o Rei Bufas ou o lacaio espanhol que lá tem ao seu serviço abram a boca tentando condicionar os já condicionados apitos por lagartos e lampiões.


Pantomineiro Mor

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Já há FUMO BRANCO no Palácio de Belém



Já temos governo! O facadas, como ficará doravante conhecido o golpista do PS com ares de Obama pelo tom caramelizado que ostenta chegou ao topo da sua carreira política. Foi mesmo a qualquer preço. Até as humilhantes exigências feitas ontem pelo já debilitado Cavaco o fizeram sorrir. Nas condições até podia estar escrito que ele, Facadas tinha que saltar da 25 de abril sem para-quedas, ou que teria que limpar as latrinas do Passos, o homem assinaria de cruz só para poder ostentar a medalha de primeiro ministro de Portugal. Tenho para mim que o que o homem assina vale de pouco ou nada, chegada a hora certa o Facadas fará o que der na real gana, ao sabor exclusivo dos seus únicos interesses pessoais. Os portugueses no meio disto tudo? Um meio para atingir um fim, nada mais. Os partidos à sua esquerda que viabilizam este novo governo? Um empecilho que foi preciso amansar por entre promessas que valem tanto quanto o compromisso que agora firma perante o Presidente, i.e., nada. O homem não tem palavra, todos sabem disso. Esta usurpação do poder terá os dias contados, não se pode agradar a gregos e a troianos. Não dá para cumprir as promessas populistas com que se vinculou com a esquerda e cumprir religiosamente com o tratado orçamental, entre outros compromissos assumidos perante a Europa e credores.

Para já, eu sei bem o que vai acontecer. À boleia do crescimento económico vale tudo, a prioridade é aumentar o rendimento disponível das famílias, que é como quem diz, agradar à malta que anda de bolsos vazios vai para alguns anos. Depois vai ser gerir as consequências. Como isto do crescimento económico é um mito e não passará nunca disso enquanto as reformas que se têm que realizar no país dedicadas à facilitação e captação de investimento de empresas para Portugal, o que passaria inevitavelmente por cortes significativos no IRC e não o contrário como aparenta vir a suceder, a dinamização da economia por via do consumo adicional  alicerçado na restituição de pensões e salários da função pública estão iminentemente condenados. Na melhor das hipóteses vamos ter um aumento das vendas nas farmácias e da sardinha em lata, com um pico de vendas no setor automóvel, em particular naquelas marcas alemãs pelas quais o tuga deixaria de por o pão na mesa só para poder esfregar na cara do vizinho, detentor de um LCD do tamanho do dobro do dele.

Não pensem que quem vai pagar a fatura de um governo que promete depenar o país vai ser paga pelas futuras gerações, infelizmente nem chegará lá, vai-nos cair em cima no dobro da austeridade a que nos habituamos no tempo do Passos. O sorriso maroto do Sr. Facadas não engana, em breve cada um de nós vai sentir na pele as consequências de um líder que quis ser primeiro-ministro para safar a sua pele.


Pantomineiro Mor

Se o Luisão tomasse CALCITRIN secalhar não acontecia....





Aquela queda pareceu-me bem pouco para estilhaçar um braço daquela maneira!

Pantomineiro Mor

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Benfica COMIDO de CEBOLADA


 

 Pior do que a exibição do benfas só mesmo o caracolitos lambidos a falar depois do jogo. O tipo mete os pés pelas mãos, diz que não foram marcados penalties contra nós quando queria (provavelmente) dizer o contrário, diz que tem voz grossa e que se for preciso faz muito barulho. Eu cá sugiro que ele utilize as voz grossa nos treinos porque claramente o estilo laxista que tem adotado para gaudio de alguns jogadores mais sornas, como o Jardel que atestava na última entrevista dada ao jornal A Bola apreciar precisamente esse tipo de estilo, que de sua vez contrastava com o estilo do anterior coach, mais duro, mas até ver, mais eficaz também dentro das quatro linhas.

Há que começar pelo mais óbvio, faltou futebol aos pupilos do Vitória para fazer face a uma equipa talhada este ano para jogar contra o benfas. E logo quiseram os Deuses que em 3 meses jogassem outras tantas vezes. Ninguém merece tamanho castigo, nem mesmo o Ruizinho pé de chumbo nas conferências de imprensa. Já nem sei se é falta de estrutura ou estrutura a mais, mas há que deixar de lhe dizer ao ouvido o que o homem deve dizer nas conferências de imprensa, e por maioria de razão, a que horas é que ele deve chegar a elas! Teria feito mais sentido, em sede de conferência de imprensa, o coach lampião, ter destacado o facto de pela primeira vez em 3 jogos ter marcado um golito ao rival, tendo perdido apenas por um, sinalizando que daqui a 3 ou 4 derbies se antecipa um empate, quiçá, uma vitória encarnada pela margem mínima.

Recordo que não vai há muito ele, Vitória de nome e não de renome, diziaque as contas se faziam no fim. Serve bem para chutar os problemas para a frente, o problema é quando esse fim chega mais cedo do que o próprio poderia antecipar. Contas feitas e fuga para a frente, está na hora de dizer que a aposta é internacional e que o benfas tem (i)legitimas expectativas na Champions League onde o antecessor sempre borrou o pé. Eventualmente será por isso que a campanha europeia, até ver, tem corrido benzinho.

Queria dar ainda  uma breve nota para a ideia requentada dos lagartos em espetar com o nome de Peyroteo nas costas das camisolas dos jogadores. O benfas fê-lo pelo falecimento do King e foi inequivocamente um belíssima ideia, quando copiada pelo rival, epá, a ideia perde muito. A homenagem lá foi feita, a destempo, significando pouco para os 80% de lagartos que se se cruzassem na rua com Peyroteu não o distinguiriam do mais comum dos mortais, mas quiçá pretende a Badocha criar aquele ambiente de união em torno de Peyroteu que dê à equipa o élan que o benfas teve a partir do momento em que o King passou a ver os jogos da sua equipa lá de cima. Não é por aí, não há emoção possível em torno de um tipo que já nos deixou há algum tempo,  mas não custa tentar à falta de melhor….

Por último dizer que cada dia que passa a lampionagem percebe que o benfas foi comido de cebolada com este treinador, e o longínquo minuto 70 do penúltimo derby dará progressivamente lugar a vaiadelas e protestos, lenços brancos, até ao dia em que o Orelhas lhe dê um voto de confiança para no dia seguinte lhe passar guia de marcha. Sugiro um despedimento por justa causa por incapacidade total em lidar com a pressão, com a imprensa, e o mais grave, com os jogadores, por mais porreiro que o gajo seja nos treinos!


Pantomineiro Mor

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Luís FIGO, o ex-candidato FIFA! grande estilo.....



Que ar de pacóvio! Fica mais este tesourinho deprimente

Pantomineiro Mor

E tu já foste convocado por CAVACO SILVA a Belém?



Eu já fui convocado. Estou calendarizado para reunir com o varinha entre as reuniões que ele vai ter com o periquito  e com o gato sobre o futuro do país. Parece que o periquito é de opinião que deve tomar posse um governo PS alicerçado numa maioria de esquerda, no entanto, o gato, parece mais inclinado a sugerir ao nosso Presidente que opte por um governo de gestão. Sinto uma pressão enorme porque vou ter que desempatar, e confesso que ainda não sei muito bem para que lado me devo inclinar.

Sinto que o Presidente, mesmo depois de ter antecipadamente avaliado todos os cenários possíveis, antes mesmo da realização das eleições… em outubro, tendo até baldado as comemorações do 5 de outubro para continuar a refletir, permanece num impasse. Parece que quanto mais pensa, ouve e a analisa, mais dividido se encontra. Vindo de um tipo que “nunca se engana e raramente tem dúvidas” é surpreendente. Será que o nosso cavaquinho está a perder qualidades? É certo que não caminha para novo, e a velhice que ele agora abraça a tempo inteiro, em simultâneo fustigada por alguns remorsos de coisas que terá feito no passado, não estarão a ajudar a que ele tenha a clarividência para analisar os diferentes cenários possíveis. Como já marcou eleições presidenciais para janeiro, data a partir da qual ele Cavaco deixará Belém, é bem possível que queira arrastar as audições até lá, numa de, enquanto vou ouvindo não tenho que decidir, e quando não puder ouvir mais porque estou de saída, o próximo que vier que decida. No seu  íntimo pensará que pode vir um Marcelo com a sua falta de pragmatismo por querer agradar a gregos ou a troianos, ou quiçá, uma Maria de Belém, a quem a nova morada residencial, o Palácio de Belém, lhe assentaria que nem uma luva, que no seu estilo panhonha lá vai dizendo que já sabe o que faria, i.e., daria de caretas o tacho ao amigo Costa.

O que lhe vou eu dizer? Já sei. Vou alinhar num conjunto de banalidades como os outros todos que por lá já passaram, referindo a importância de manter estabilidade política, reforçar a ideia de que pretendemos manter os nossos compromissos e que o país tem que continuar de mão dada com a Europa. Está tudo certo, assim, vestido de preto, nunca me comprometo. Depois, se ele me perguntar o que decidir, digo-lhe para indigitar um governo de iniciativa presidencial com 5 primeiros-ministros correspondentes aos 5 líderes dos principais partidos com assento parlamentar, assim não só ficam todos contentes como ainda por cima garante que em cada momento temos sempre primeiros-ministros disponíveis para qualquer ocasião. Não tem de quê Sr. Presidente, estamos cá é para arranjar soluções que deixem todos contentes, o único inconveniente é que vai ser necessário pagar 5 salários a 5 primeiros-ministros, mas vá, o Zé paga e não bufa.


Pantomineiro Mor

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Atentados TERRORISTAS no BENFICA



Acho que percebem bem do que estou a falar! Epá, até pareço o palmelão saloio dos lagartos com esta conversa! O Benfas andou na passada janela de transferências a recrutar jihadistas para rebentar com as balizas adversárias e acabou com 3 tipos que até ver o melhor que conseguem fazer é acender o rastilho de pólvora seca. Estou obviamente a falar de Taarabt, Carcela e Bilal Ould-Chikh.

Taraabt era um Deus da bola que prometia fazer em água as secretas das defesas da equipa contrária, afinal ainda nem conseguiu atirar um único petardo em campo. Adorariam os benfiquistas que por debaixo daquela roupinha o corpo estivesse bem enrolado em dinamite, mas não, é apenas e só gordura que nunca mais acaba.

Carcela até já fez o gosto ao pé e mandou pelos ares uma ou outra baliza adversária, mas ao que parece tem mau feitio, gosta pouco de detonar bombas nos treinos e o caracoletas lambidas do treinador coloca-o fora dos planos para os atentados aos fins-de-semana.

Bilal Ould-Chikh é jovem e mostra bons pezinhos para em campo bombardear o adversário, no entanto prefere utilizar esses pezinhos em atividades noturnas para dançar, ao que se sabe até já percebe mais da dança do ventre do que do 4x3x3 que o coach saloio um dia vai querer impor ao 4x4x2 ao qual parece destinado a ficar agarrado para sempre à conta dos 6 anos que o cota que cheira a mofo lá passou.

Enfim, parece que não é só a França que anda às turras com os terroristas, agora vamos lá ver se o Orelhas, tal como o Presidente francês, mete em campo a estrutura para meter estes 3 árabes em sentido. Custa-me a querer que isso aconteça, e contrariamente aos franceses, os benfiquistas, o que mais querem, é rebentar com estes três jihadistas da redondinha!


Pantomineiro Mor

BENZEMA na mira do SPORTING!!!!!


Como se isto tivesse pernas para andar, nem o jornal do incrível consegue inventar tanto! Mas se vier, fica o Sporting com 2 homens bomba na frente de ataque!

Pantomineiro Mor

Notícia no campo superior direito da capa!

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Rui VITÓRIA endeusado por JARDEL em entrevista ao jornal ABOLA!

Ele está lá nos treinos e por isso imagino que saiba do que está a falar. Classifica Rui Vitória como um fora-de-série. Se os resultados obtidos pelo benfas não correspondem a uma equipa munida de um treinador fora de série, então é porque os jogadores são fracos, e assim sendo, os resultados obtidos pelo fora de série Rui Vitória são na realidade de si extraordinários tendo em conta a mão de obra disponível. Acho que estou a ver bem a coisa não?

Pois, Jardel em entrevista ao jornal A Bola reduz-se a um central medíocre de quem o fora de série tem tirado o sumo que dantes não tinha! Que dizer de Luisão? Só um fora-de-série poderia de facto fazer um velho carregado de reumático parecer-se com um central móvel capaz de ir lá à frente fazer golos. Só um fora-de-série de facto conseguiria que um cepo como o Gaitan espalhasse magia a cada jogo de realiza. De facto tens razão Jardel, Rui Vitória é de facto um fora-de-série, e nem alguns resultados menos bons podem abafar as extraordinárias qualidades do Mister. Recordo esta época a vitória em Madrid na qual apenas um treinador com qualidades impares conseguiria ter uma vaca do tamanho do Vicente Calderón ao ponto de conseguir sair de lá com os 3 pontos da vitória. É preciso ser de facto especial para nos jogos com os outros grandes do futebol português, dois com a lagartagem, um com os tripeiros, ter sofrido 3 derrotas sem marcar qualquer golo, tendo no entanto apenas sofrido 5 golos. Em cada um dos 3 jogos conseguiu estoicamente evitar uma derrocada que se afigurava evidente perante adversários munidos de jogadores de classe mundial e orientados por treinadores de elevadíssimo calibre, embora não tão foras-de-série quanto Rui Vitória.

Jardel afiança ainda que este fora-de-série é um estratega exímio que alicerça a sua caminhada numa maratona de fundo, e como tal, alguns dos resultados menos conseguidos foram propositados com o objetivo de deixar o primeiro milho para os pardais. É bem sabido que o que importa é chegar no fim na frente, e como tal, nem a máxima de candeia que vai à frente alumia duas vezes impede Rui Vitória de querer nesta fase do campeonato lutar em cada jogo pelos 3 pontos, especialmente contra os seus adversários diretos. Nada como lhes dar a falsa sensação de que são mais fortes do que o benfas, para depois, ao virar da esquina, à entrada da reta final, quando matematicamente já quase não é possível, ultrapassá-los à velocidade da luz. Assim até as conquistas sabem melhor e o fora-de-série sabe bem disso!

Parece que Rui Vitória é jovem mas muito experiente, uma combinação ímpar que só um sobredotado poderia conquistar em tão poucos anos como treinador. Mais a mais uma experiência adquirida ao leme de clubes de meio da tabela do nosso campeonato. Mas é precisamente aí que a experiência se soma a dobrar e a triplicar. Jardel não lhe poupou em elogios. Faltou talvez destacar a qualidade que verdadeiramente o diferencia de outros treinadores que cheiram a mofo, poucos como Rui Vitória têm o faro para identificar talento nos mais jovens, isso de facto Rui Vitória tem e os resultados estão à vista com a quantidade de jovem talento que tem lançado na primeira equipa. Como desafio máximo, tentar fazer do Taraabt um jogador da bola. Vamos ver.

Como piéce de resistence da entrevista de Jardel, destaco o facto de ele ter valorizado o facto de Rui Vitória deixar os jogadores mais à vontade, não foi dito, mas imagino que comparativamente com o cota que lá estava dantes. Lendo entrelinhas deduzo que Jardel prefere um estilo vá lá ao estilo puxão de orelhas que marcou os treinos na luz durante 6 anos. Os jogadores podem preferir, mas depois dentro de campo é que são elas. Futebol é muito trabalhos e suor, palmadinhas nas costas nunca ganharam jogos.

Obrigado Jardel por esta entrevista cómica ao estilo da dos jogadores do Sporting que têm por único objetivo endeusar os seus treinadores para um patamar que nenhum deles nunca atingirá, nem Vitória, nem Jesus.


Pantomineiro Mor

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Adeus TAP, não espera, volta estás PERDOADA! Em que ficamos?



Parece guerrinha de miúdos. Uns venderam a TAP, os outros, querem reavê-la. A venda eu percebo, aquilo é um poço sem fundo no que toca a sorver guito dos contribuintes, nada melhor do que encaixar algum agora, obrigar o comprador a injetar capital por forma a garantir a viabilidade imediata da empresa. A forma como a venda foi formalizada, num vão de escada, à pressa e às escondidas de olhares indiscretos deixa-me um pouco apreensivo, mas vá, dou de barato que era importante fechar o tema antes que outros viessem partir a louça toda. Agora alguém me explique porque raio alguém no seu perfeito juízo pretende reverter o processo para ficar outra vez com este mono nos braços. Aquilo é só chatice, desde os funcionários, reivindicadores natos de direitos e regalias, menos amigos do dar o litro como qualquer bom patrão aprecia, gerador de prejuízos recorrentes, elevados e crescentes, num mundo onde as tradicionais companhias aéreas, todas, quase sem exceção, sentem dificuldades para combater as companhias de aviação low cost. Como não percebo posso apenas imaginar…….

…. que um cunhado do António Costa, primo da Catarina Martins ou amigo do  melhor amigo de Jerónimo de Sousa têm tacho na TAP e estão com medo de ir à viola com o novo patrão, afinal de contas, todos saberão incluindo eles próprios que são uma daquelas gorduras a dispensar.

…. que a esquerda tem receio de perder as regalias que os políticos e governantes  têm, de na surra, conseguir umas viagens à borla para visitar o mundo inteiro, razão adicional pela qual a situação financeira da empresa está onde todos sabemos que está.

… que para quem quer reverter o importante não é porquê, mas sim contrariar os gajos da direita que decidiram vender.

… que mais vale um Estado gigante (tipo polvo mesmo) e falido do que um Estado eficiente centrado no que verdadeiramente é importante para os cidadãos.

…. que é um ativo estratégico para Portugal!

Epá espera! Sou sensível a este último argumento. Se é um ativo estratégico então é de manter por cá né? Só me falta mesmo ser explicado o que é isso de ser um ativo estratégico. Ora deixa cá ver, deve ser porque é a única companhia aérea que voa de e para Portugal, certo? Não, há quilos de companhias que o fazem, e ainda por cima mais barato. Então é porque os portugueses que se pavoneiam pelo mundo, em negócios ou turismo, preferem sempre a TAP e recusam-se a viajar em qualquer outra companhia aérea? Também não, ao que parece o tuga alinha sempre pelo mais barato e adequado à necessidade, mesmo quando é a empresa que paga a deslocação. Então só me resta considerar estratégico porque a TAP assume a figura de monumento histórico e  como tal é património mundial. Epá, também não, é que por mais antigos que sejam os aviões da TAP ainda não chegam a relíquias. Em suma, também não é por aqui, ou então ativo estratégico é apenas mais uma mão cheia de nada que tanto calcorreia o palavreado de esquerda.

Tenho cá nas minhas convicções que a venda da TAP foi a melhor coisinha que lhes podia ter acontecido, e nos lhes não me estou a referir aos contribuintes, estou a referir-me aos próprios trabalhadores da TAP. Admito que o novo patrão queira aliviar a carga, mas tal me parece bem melhor do que a TAP, por falta  de capital e impossibilidade técnica de ser ajudada pelo Estado português ( recordo que as regras europeias assim o ditam para o futuro), a TAP acabasse, nas mão do Estado e com a atual gestão, por deixar simplesmente de voar. Quão estratégica seria a TAP para Portugal grudada ao chão sem um tusto para enfiar querosene nos tanques dos Airbus e Boeing da sua frota. Que seja a Catarina a responder sff, quero-me rir um bocadinho se não se importam.

Pantomineiro Mor


Coligação PàF= III Reich ?

CARTAZ

É que o que se vê em pano de fundo é o Reichstag, o parlamento alemão derrubado pelas forças aliadas durante a 2ª guerra mundial!

Parece que os senhores do PSD e CDS se acham "nazis" derrotados pela Caty, Jerónimo e António cor de caramelo.

Pantomineiro Mor

As PROFECIAS de Paulo FUTRE!






Ele era o lança que partia tudo aqui em Lisboa, agora veste de leão ao peito, de seu nome, Brian Ruiz.

Iam vir charters de chineses, agora o Sporting celebrou 10 parcerias na China.

Só falta mesmo o JJ começar a jogar em 3x4x3 e caçarmos o melhor jogador chinês da atualidade e temos o projeto feito!

Grande Paulinho, fumar aquelas coisas faz-te bem!

Pantomineiro Mor

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Somos todos BORRADOS, conclusão da SANGRENTA sexta-feira 13 em PARIS



 Foi azar! Azar próprio de uma sexta-feira 13, o de estar no lugar errado à hora errada. Foi a sina dos mortos e feridos contabilizados na chacina ocorrida em Paris perpetuada pelos terroristas afetos aos Estado Islâmico. Não há como não condenar tais atos. Também não esqueço que o que estes terroristas fizeram se equipara aos múltiplos bombardeamentos realizados pelos ocidentais, norte-americanos à cabeça, que a pretexto de alvos militares acabam por limpar o sebo a uns quantos civis, entre os quais mulheres e crianças, que nada têm a ver com o assunto. No  Médio-oriente, sextas-feiras 13, há muitas. Importaria condenar e não branquear estes atos criminosos ocidentais por detrás de um erro, um engano, uma informação errada do chibo lá do sítio. Enfim, adiante….

Por entre esta tremenda desgraça, a população francesa emergiu de entre as trevas para clamar o hino francês a alto e a bom som, sob o mote de que a eles franceses, nada nem ninguém os derrubará! Da boca para fora tá claro, porque gravadas na minha memória estão as imagens divulgadas ontem, em frente a um dos restaurantes vitimados pela ira terrorista, onde centenas de franceses prestavam homenagem aos falecidos, diante de um pranto de flores aí colocada por familiares, amigos e incógnitos. Não, não foi isto que ficou gravado na minha memória, mas sim a reação desta populaça perante um estoiro que ecoou nas redondezas. Foi o pânico total entre a multidão, correrias, atropelos e empurrões, profanando o dito pranto de flores aí colocado. Porque é que ficou gravado na minha memória?  Simples, um povo que se diz da boca para fora não se deixar abater pelos atos terroristas reage a um buumm qualquer como uma população borrada de medo, praticando a velha máxima do salve-se quem puder, optando por não fazer jus ao que diz o seu presidente, já de si um grandessíssimo borrado também, mas que em palavras não encontra rival. Cambada de borrados fanfarrões,  como de resto é toda esta nova geração ocidental criada num mundo inofensivo enfocado no consumo. Forte em palavras, uma lástima em atos! Olha, um pouco como a esquerda na política…. Dá para perceber, certo?

Enfim, adiante. Lógico que, perante tais atos terroristas, quem vai capitalizar vai ser a extrema direita francesa representada por Marine Le Pen. Não surpreende, é hora de virar as costas à cosmopolita Paris que tanto desgosto trouxe nesta sexta-feira 13 sangrenta, para encontrar refúgio no lema da França aos franceses. Recordo que esta gente da Marine e os amigos acha bem que durante a segunda guerra mundial se tivessem dado umas gazadas valentes no povo judeu, portanto ninguém melhor do que eles para lidar com os terroristas do Estado Islâmico, certo? Não é bem assim digo eu. Podia até ser uma boa ideia espetar com umas gazadas valentes nas ventas dos terroristas, mas era preciso que eles sobrevivessem aos ataques que perpetuam! Não se vai dar umas gazadas em gente já morta, não faz qualquer sentido! São métodos desajustados, prometer gazear alguém que está disposta a se mandar pelos ares cheira a coisa do estilo, não te mates que eu te darei um doce fim! Marine, queres-te livrar dos emigrantes em França? Obriga-os a ouvir o Toy todos os dias, vais ver que num instante eles voltam para a terrinha deles, todos menos a maltinha pimba que emigrou cá do burgo para ir para a tua terra, e gosta do estilo!

Num registo mais sério, e para terminar, quero-vos dar nota da minha preocupação com este tipo de terrorismo aleatório e sem qualquer alvo específico. Por dois motivos. Primeiro, porque a população não se poderá sentir segura tão cedo, segundo, porque se torna virtualmente impossível proteger qualquer país desta tipo de ameaça, pelo que o perigo é real e efetivo. Felizmente cá no burgo, e até nova ordem, não têm os islamitas interesse em se mandar pelos ares, até porque nem sabem que existimos nem onde ficamos. Que assim permaneçamos, incógnitos no Universo.

Pantomineiro Mor
                

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Quem gosta de um CONSOMMÉ de boluts com raviólis e lavagante


 
Se fosse mesmo bom vendia-se aos magotes. Um McDonald’s desta vida já se teria encarregado de enfiar o dito Consommé de boluts com raviólis e lavagante numa caixinha de cartão, produzindo em barda a coisa para ser vendida em consonância com o mítico BigMac. O Bigmac sim é bom, poucos são os que não gostam desta especialidade do fast food! Mas encontrem-me lá um caramelo que me diga que prefere o BigMac ao Consommé de boluts. Para o caso nem interessa o que é verdadeiramente e o que leva, a que sabe e como é servido, mas forçosamente, pelo nome, para o tuga saloio tem que ser bem melhor do que o BigMac. Porquê? Porque ninguém diz que gosta mesmo é de BigMac, denúncia um aparente gosto pouco refinado. Num mundo sem quequices o banalíssimo BigMac bateria aos pontos qualquer Consomé, ou por maioria de razão, qualquer outro pratucho da nouvelle cuisine inventado por um pseudo chef da engenharia gastronómica.

Na esfera mais nacional diria que poucos pratos batem um bom bitoque. O povo português adora bitoque, come regularmente bitoque e chora por mais bitoque. Na hora de falar de comida, é “in” falar do Consomé. Não, chega de perseguição ao Consomé. Também é “in” dizer-se que se adora a salada de lavagante com lentilhas, pak choi e iogurte de soja, não? Se é bom? Talvez diferente dos sabores tradicionais, melhor que um bitoque ou um BigMac, em consciência, nunca na vida! Aproveito para dar a nota de estes pratuchos abichanados de que vos escrevo são vendidos nada mais nada menos do que num dos restaurantes mais caros e famosos de Lisboa, o Eleven.

Eu sei que os olhos também comem e um empratamento que vai com o Consommé, mais trabalhoso do que a construção de um castelo de cartas, enche a vista, mas não enche a barriga. Normalmente os “Consommés e afins” são belos que se fartam, mas não enchem a cova de um dente. Imagino que sair de um restaurante com fome possa dar a ideia de que se comeria mais um Consomé ou lavagante soterrado em lentilhas, mas não é pela boa razão, pois com fome qualquer migalha de pão parece um repasto digno dos Deuses!

É a sociedade que temos. Gostar de Consomé  de boluts significa ter dinheiro para ir a restaurantes caros, o que socialmente significa um + na caderneta, apreciar divinamente um Bigmac pelo seu sabor impar é coisa de gajo que nunca ferrou um dente num prato que custe mais de 20 molas, logo, um grandessíssimo pobretanas, um gajo sem finesse, sem capacidade para apreciar a qualidade gastronómica de um qualquer Chef. Acabo por onde comecei, se fosse mesmo bom vendia-se por aí às pazadas, já não era pratinho de elite. Contra factos não há argumentos.

Eu Pantomineiro sou fiel ao bitoque e ao BigMac, com fome, muita fome, venha de lá o Consomé! Pronto, já têm o vosso caramelo.


Pantomineiro Mor

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Já se PERSPETIVA o próximo DERBY Sporting-Benfica


 

 O futebol está para o Tuga como o ar está para os terráqueos. Precisamos dele para viver, e por isso, sem surpresa, os jornais desportivos afiambram-se de grande parte da quota de mercado da imprensa nacional, a par do sempre popularucho Correio da Manhã, que por entre notícias  de hoje como “Assaltante foge ao pé coxinho”, ou outras bem mais apelativas à cusquice muito própria da malta que vive cá no bairro, cá vão contribuindo para que ainda haja leitores de qualquer coisa. Não fosse a bola ou as marretices do CM e muitos de nós já nem saberíamos ler!

Para satisfazer este apetite insaciável por bola, os jornais da especialidade, A Bola e o Record, ao qual junto também o pasquim do norte denominado O Jogo, têm como principal desafio arranjar matéria para nos entreter. Não são raras as vezes em que o conteúdo não é mais do que palha, palha esta que serve apenas para matar parcialmente a fome a tudo o que é asno, seja ele verde, vermelho ou azul. Entre muita da palha que estes jornais nos dão a provar encontram-se as opiniões de ex-jogadores da bola sempre que se avizinha o maior derby da cidade de Lisboa. Entre as figuras prediletas da imprensa desportiva estão na linha da frente tipos como o ex-3 grandes Fernando Mendes, mediano lateral esquerdo, Calado, ex-Benfica mais conhecido nas bocas do mundo pela sua afinidade colorida com um tal m/Melão, Futre, também ex-3 grandes que dispensa apresentações (em especial desde a inesquecível apresentação realizada durante a penúltima campanha eleitoral para as presidenciais do SCP, na qual enfatizava na necessidade dos sócios se calarem em prol da sua concentração), Veloso, ex-defesa direito vermelho, mais conhecido agora por andar às turras com o filho, entre outros cromos que outrora animaram o panorama do futebol português. Todos eles enfatizam sempre na mesma tecla, parece cassete, vai ser dividido, costuma ganhar o que está menos bem, que o árbitro não tenha influência e que seja uma bom jogo. É uma cassete repetida vezes sem conta para meu máximo enjoo. O meu preferido, Carlos Xavier, tinha pezinhos de lã mas para falar aos órgãos de comunicação social, uma bota da tropa é uma bela ilustração dos seus dotes nesta matéria.

A partir de hoje, a juntar a estas sumidades em grandes derbies, Bruno Caires. Ex-benfas e Ex-lagarto, embora poucos sejam os que se lembram do turismo que fez do outro lado da segunda circular, consta hoje no jornal A Bola online com um opinanço sobre o próximo derby para a taça. O conteúdo enfim, não foge da cassete já descrita no presente pedaço de texto, apenas quero dar nota de que se saúda com satisfação que o leque de ex-vedetas da redondinha continua a alargar, embora para ex-futebolistas que de vedetas têm cada vez menos. O Bruno que me perdoe, mas ele é pouco mais do que eu ou tu para falar de bola. Arrisco-me a dizer que faz melhor figura a dizer banalidades sobre derbies do que fez enquanto jogador da bola, mas enfim, é o país que temos.

Já agora fica a minha sucinta análise do próximo derby Sporting-Benfica: não há duas sem três.


Pantomineiro Mor

terça-feira, 10 de novembro de 2015

Oh Lito VIDIGAL, não és o mestre da tática mas já da ESPERTEZA SALOIA não sei!



Que é aquela coisa que anda ali no terreno de jogo? Chuta para fora que está a mais! E estava! Só que aquela coisa era Lito Vidigal, o coach do Arouca. Valeu um vermelho bem mostrado a Naldo, o central lagarto. Foi estranho porque os lagartos acabaram por ser prejudicados pela provocação do treinador adversário, aquela coisa que se chama Lito Vidigal. Não me esquece que o Lito também foi parar ao olho da rua, mas o impacto desportivo não foi o mesmo, os lagartos saíram mesmo prejudicados.

Já vi e revi o lance e não percebo o figurão de Lito Vidigal. O que é que ele queria fazer? Bater no Naldo?! Como? Além de Naldo ter o dobro do tamanho, exige-se aos agentes desportivos, especialmente aos treinadores, um pouco mais de postura e contenção. Ainda por cima o mano mais velho do Vidigal, ex-lagarto de boas memórias do outro lado da segunda circular, famoso no futebol por ser um pouco mais do que um caterpillar na construção civil. Aquela paz de alma! Subitamente ficou possuído e lá entrou terreno de jogo dentro para fazer aquela figurinha. Quem diria???! Ao ouvi-lo na conferência de imprensa, sereno e tranquilo, parecia que a ida ao terreno de jogo fora um mero incidente do acaso, como quem põe o pé em bosta de vaca, ou de cão, consoante a localização mais rural  ou urbana do meu querido leitor. Eu achei muito grave, tão grave quanto normal a expulsão do Naldo.

Grave porquê? Porque agora ficamos a saber que os apanha-bolas, adjuntos de faz de conta, suplentes e outros seres que gravitam à margem das 4 linhas do terreno de jogo, podem agora, a título de uma mera e inócua expulsão para a bancada, balneário ou outra qualquer sítio de aconchego, acicatar os gajos que contam, os que andam lá dentro atrás da redondinha, tentando desestabilizar e provocar a troco de um vermelho que reduza a equipa adversária às suas cores a 10,9,8… e por aí fora! Imagino um apanha-bolas a entrar dentro de campo e surripiar a bola ao avançado que ia isolado para a baliza, ou o adjunto, para facilitar, a executar um lançamento de linha lateral a  favor da sua equipa, ou quiçá, um stewart a encaminhar um adepto para o círculo central a pretexto do seu lugar se encontrar ocupado na bancada! O que é suposto um jogador que está com a adrenalina lá em cima, a mil, fazer? Manter-se sereno claro, caso contrário, balneário mais cedo, assim sempre toma banho sem correr riscos desnecessários perante alguns dos seus colegas de equipa com gostos mais isotéricos!

Por estas e por outras é que peço um castigo  exemplar para Lito Vidigal. Além de um multa choruda, daquelas que o Lito teria sempre que pagar a prestações, a obrigatoriedade de usar trela agarrada ao banco até final da época, mãos atadas atrás das costas para evitar que finja querer dar murros nos adversários, e claro, um açaime, não é que o tipo morda, mas como aquela maneira de falar pasmacenta que me irrita de sobremaneira, calado seria um poeta!

Pantomineiro Mor

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Rui PATRICIO anda a beber ACTIMEL.... mas mesmo assim!






Devias beber ainda mais meu caro amigo!

Pantomineiro Mor

A hora de ASSIS fatiar o porco!



Acho que ilustra bem o estado de guerra no PS.

Pantomineiro Mor

Cuidado na hora de tirar SELFIE




Favor receitar um remédio para a celulite!

Pantomineiro Mor

Quem nunca comeu uma boa ORELHA de frango?



Até que não está nada caro pois não? melhor só mesmo peito de gambuzino...

Pantomineiro Mor

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Sim Sr. FACADAS!



Sim Sr. Facadas. Conto os dias para que o Facadas usurpe a pasta de primeiro-ministro ao Bunny Steps. Note-se que me refiro a ele, o Facadas, de forma carinhosa. Talvez não concordes comigo mas lê primeiro e depois verás. Bem sei que Facadas não está escrito no BI, está Costa, mas já de si era um bom indício de que o tipo não é de fiar. Costa, costas, facadas nas costas, logo, António “Facadas” (nas) Costa(s). Assenta-lhe que nem uma luva!

Eu explico. Facadas é aquele que atraiçoa alguém. Tem cara disso? Tem. Não chega ter ar para se ser o Facadas. Não. Mas calma, perguntem ao Tózé Seguro, por quem tenho uma estima abaixo daquela que nutro por bichos de conta, o que ele pensa do Facadas. O TóZé foi apunhalado vezes sem conta pelo Facadas! Desde o dia em que lhe jurou fidelidade que a conspiração para tirar o tapete ao TóZé ganhou forma! Se faz isto aos seus que fará aos outros? É perguntar aos lisboetas que lhe viram ser prometido um Presidente de Câmara para o mandato inteiro e que depois lhe virou costas a meio para seguir rumo a São Bento, ainda que pelo caminho errado! Ou a coligação PàF que  na noite das eleições lhe viu ser afiançada pelo Facadas que poderiam governar porque teriam pela frente uma oposição responsável e no dia seguinte declarou que os senhores da direita não tinham condições para formar governo! Então e a facada no eleitorado PS que votou num programa que agora vê ser subvertido aos caprichos da extrema esquerda? Tudo lido e relido, é ou não de um tipo que se chama Facadas? Com estes predicados todos, Facadas é gentil não? Poderia chamá-lo de Cabr**, filho da…, entre outros, e opto por Facadas. Acho que é um nome elegante para quem rasteja tanto por caminhos obscuros. 

Estou resignado à ideia de ter o Facadas no poleiro. E preparado também. Para quê? Para o dia em que ele se lembre de dar a facada em todo o povo português e se lembre de abraçar desafios mais relevantes no panorama europeu ou mundiais. É o que eu espero. Até lá, o que me agrada é que também bloquistas e comunas vão levar com a facadita da praxe. Não sei bem  em que moldes, mas essa meus amigos, está garantida, ou não fosse ele…. O Facadas!

Pantomineiro Mor

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

A "VERDADE DESPORTIVA" do CHICLAS do outro lado da segunda circular




 Pois é! Nem quis acreditar quando ouvi JJ falar do apito do jogo Sporting-Estoril do passado sábado.  Parece que esteve muito bem. Houve um offside do Téo antes de lhe ser assinalada uma grande penalidade, mas ao que parece a lei do apito diz que em caso de dúvida deve-se beneficiar quem ataca. Foi assim que o Chiclas qualificou o lance que deu origem ao solitário golo leonino, por entre uma exibição pobre e com pouca chama. Parece que a lagartada só sabe carburar a mil frente ao benfas!

Depois de ouvir estas doces palavras do lagarto que vai ao leme do clube do outro lado da segunda circular, puxei pela memória e fui recuperar outras palavras do tempo em que JJ navegava deste lado da segunda circular. Ora pois, no fim de um jogo que valeu o caneco da nossa liga à tripeirada, na Luz, o FCP ganhara por 3-2, com o terceiro e decisivo golo a ser marcado num offside medido ao pintelhometro que JJ não hesitou em qualificar de um roubo. Bem, não foi assim tão direto, mas que disse que o bandeirinha não marcou porque não quis, lá isso disse! Até lhe valeu um castiguinho bem maneiro aplicável a treinadores lampiões. Que me lembre as regras do jogo não mudaram assim tanto, e já nesse tempo se devia beneficiar o ataque! Será que a com a chegada do Chiclas a Alvalade a badocha lhe passou para a mão um compêndio com as regras do futebol de uma ponta à outra???? Querem ver que o borrego, há tantos anos no futebol, só agora tomou contacto com as regras?

Tenho para mim que as regras só contam quando jogam a favor do coach lagarto! Vamos ver se for ao contrário se ele se vai acomodar às regras do futebol, ou pelo contrário, vai tacitamente chamar de gatuno a tudo o que tem apito na boca! De gajos para quem a arbitragem é boa quando é a nosso favor está a chafarica cheia! Anda a lagarticha mor a armar escarcel por causa dos almocitos vermelhos dos apitos, mas o que estas virgens ofendidas querem é apenas e só mandarem no futebol português. Ganhar a qualquer preço, esse é o verdadeiro lema da verdade desportiva que defendem.


Pantomineiro Mor

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Ser um INÁCIO é muito mais do que ver bola ilegal na NET


É isso mesmo, somos todos uns grandes Inácios! Não, para mim um Inácio não é um maltrapilha que vê jogos na net. Provavelmente já todos vimos um joguito aqui ou ali na net. Eu tenho memória fraca e por isso não posso atestar a pés juntos que já vi ou que não vi. Sei que o  Augusto Inácio já viu futebol inglês na BTV, e com cortes segundo o próprio, o que sendo uma atividade ilegal como todos sabemos faz do  Inácio não somente um tipo que vê jogos na net, mas muito mais do que isso, o facto de o ter dito perante algumas centenas de milhares pessoas, faz dele um verdadeiro URSO. Um Inácio é por isso…. Um gajo que é urso!

Mas um Inácio, além de ser um grandessíssimo urso, significa também ser um pedaço de papel higiénico com que um gajo limpa o rabo e depois atira lá para o fundo da sanita, tudo bem misturado com matéria orgânica fresquinha e acabadinha de expelir pelo nosso esfíncter anal. Porquê? Simples, foi isso mesmo que a Badocha fez com a chegada do JJ ao Sporting. Como JJ nem podia ver o Inácio à frente, a Badocha simplesmente descartou Augusto Inácio como se de uma folha de papel higiénico usada se tratasse. Por isso, ser um Inácio, é não só uma gajo que vê bola de forma pirata na net, como é urso o suficiente para o admitir em público e…. aceita ser descartado pelo seu presidente sem tugir nem mugir. É aqui que chego à conclusão que ser um Inácio é ser um perfeito banana à face do nosso planeta. Aliás, só um gajo com esta tarimba poderia ter substituído Manuel Fernandes no programa Play-off na SIC Notícias. Gosto muito do Manel, é um tipo impecável e foi grande jogador, mas para falar de bola já vi pandas com mais jeitinho.

Agora é hora de falar da BTV, da Sport TV e do facto de todos termos um bocadinho de Inácios dentro de nós, e não forçosamente entalados entre o intestino grosso e o delgado. É que isto da BTV é muito bom porque se vê os jogos do Benfica, em casa, na televisão que é da casa, mas no fim do dia significa apenas, para o benfiquista que quer ver na televisão todos os jogos do Benfica, em casa e fora, que tem que pagar mais 9,90 € do que dantes, porque o preço mensal da Sport tv atualmente é de 26,79 €/mês, sensivelmente o mesmo que dantes quando não havia BTV.  Dou por mim a pensar que  os canais televisivos fazem de nós todos, em especial dos benfiquistas, uns Inácios. O correto era a Sport TV ter ajustado o preço da mensalidade por não ter os jogos em casa do Benfica, nem o futebol inglês, italiano e francês, embora agora tenha outras modalidades que têm contagiado o público português, de entre a luta de passarinhos, às corridas de avestruzes ou os jogos de bola entre iguanas e girassóis.  Em suma, a culpa é da Sport TV que não ajustou os preços em baixa, mas se não houvesse BTV o benfiquista pagaria menos para ver os jogos do seu clube, ou se não quisermos particularizar, os adeptos em geral amantes de futebol.

A conclusão a que chego? Se não queres ser um Inácio, epá, faz como o  Inácio, vê os jogos na net, com cortes ou sem eles, sempre te sai mais barato do que teres a BTV e a SportTV! Eu? Eu Pantomineiro só ouço relatos!


Pantomineiro Mor
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
!-- Start of StatCounter Code for Blogger / Blogspot -->