domingo, 26 de abril de 2015

Confusão no BENFICA-PORTO entre Julen LOPETEGUI e Jorge JESUS em vídeo!!!!!



E foi o aqui que o jogo ficou quente, porque dentro de campo, epá, népias!!!

Pantomineiro Mor

O Resumo do BENFICA - PORTO da Liga Portuguesa de Futebol 2014/2015




Enquanto não temos as imagens aqui no Pantominocracia fica o link  do Diario de Noticias para os vídeos dos melhores lances do encontro. Bom proveito!

Pantomineiro Mor


http://www.dn.pt/Desporto/VideosLiga.aspx#/jogo?3522



A lógica de JORGE JESUS em CARTOON!!!!





Para já tá 0-0, vamos ver como acaba para saber quem é menos mau do que o Bayern!

Pantomineiro Mor

Palestra de JORGE JESUS antes do CLÁSSICO (made in Cabelo do Aimar)














Francamente bom, e a parte mais engraçada da coisa é que não deve andar muito longe da verdade!

Pantomineiro Mor

http://cabelodoaimar.blogspot.pt/2015/04/palestra-para-o-jogo-do-titelo.html

sábado, 25 de abril de 2015

Verdade DESPORTIVA para o Clássico BENFICA - PORTO de 26 de Abril de 2015? NÃO Obrigado!

Epá, eu a verdade desportiva que depende de parar o jogo para o Apito ver a repetição no ecrã estacionado à linha lateral de campo cujas imagens foram gravadas pelos idóneos e pugnantes pela verdade desportiva Benfica TV e Sport TV? Não obrigado! Para o clássico de amanhã quero apenas que ganhe o melhor, e que o melhor seja bem entendido aquela equipa que apresentar em campo os argumentos necessários para conquistar dentro do terreno de jogo, seja do ponto de vista técnico-tático, ou meramente desportivo, ou eventualmente até intelectual dos intérpretes que entrarem para dentro das 4 linhas, mereça ganhar! Em suma, epá, aquela que das duas equipas espetar mais batatas na baliza do adversário!

Mas imaginemos que amanhã o Apito podia parar o jogo as vezes que quisesse a pretexto de rever um lance de dúvida. Para já, sempre que numa das partes de 45 minutos o Apito tivesse uma daquelas vontades inabaláveis de aliviar a tripa ou a bexiga, a pretexto de uma dúvida quanto à correta execução de um lançamento lateral, lá ia ele até à linha lateral ver a repetição do lance, para depois, pela calada do túnel de acesso ao balneário se esgueirar até aos seus aposentos para concretizar os seus ensejos primários. Eu cá continuo a preferir ver o precioso líquido a escorrer pela perna peluda do homem vestido de negro! Epá mas isto não chega para rebater os poderosos argumentos do Rui Silva a favor da verdade desportiva dele, pois não? Claro que não, é preciso bem mais para deitar abaixo aquela carapinha petrificada pelo acumular de gel ao longo dos anos sem que, água, sabão ou shampoo tivessem alguma vez chegado à raiz do cabelo.

Convido-vos pois a ver um qualquer desses programas desportivos que infestam os canais noticiosos da tv por cabo. Daqueles com paineleiros de diferentes cores, ou mesmo apenas com jornalistas independentes sujas cores futebolísticas os tornam na prática ainda mais paineleiros que os paineleiros dos ditos e enjoativos 3 grandes. É ver o tempo que cada lance de dúvida no terreno de jogo demora a ser dissecado pelos paineleiros. Mínimo 10 minutos. Ora imaginem o que seria uma conferência entre o Apito, os 2 bandeirinhas e a figura decorativa que é o 4º apito, ou melhor dizendo, o badameco que passa os 90 minutos a tentar impedir que um dos treinadores saia do rectangulo junto ao banco de suplentes que lhe é destinado (já para não falar do facto de se tratar do alvo preferido dos adeptos da equipa caseira para o concurso da escarreta certeira)! E tudo isto debaixo do bafo quente de um JJ qualquer desta vida! Epá, podemos estar perante um período compreendido entre os 30 a 40 minutos. Ora ou o tempo de jogo para cada vez que o Apito tem a necessidade de rever um lance, caso em que os jogos de futebol passam a ter finalmente alguma semelhança com o criquete, levando os adeptos de jogo a pernoitar dentro de estádios de futebol em sacos-cama, ou então, jogos de futebol com tempo útil de jogo de 5 a 10 minutos, o que evitaria estatísticamente a existência de lances de difícil avaliação pelo árbitro.

Epá, mas que o problema da verdade desportiva via repetição de lances duvidosos na televisão fossem só estes!!! Voltemos então aos paineleiros. Como já referi, os paineleiros passam em média 10 minutos a discutir um lance duvidoso dentro do terreno de jogo. Esse lançe, seja uma fora-de-jogo, um penalti ou uma entrada mais dura dentro de campo, visto em modo replay 10 a 15 vezes não gera e nunca gerou consenso entre a massa de paineleiros. Ora porque será? Recorrendo novamente à estatística, normalmente o lance é ajuízado corretamente ou não pelo Apito consoante se trate de um lance a favor ou contra a cor do paineleiro arbitrante! Estranho, certo? Ora como é que a repetição de um lance não gera um consenso óbvio junto da plateia de paineleiros? Ou a repetição serve em todos os casos para o apuramento da verdade acima de que qualquer dúvida razoável, ou então é melhor o Rui Silva enfiar a viola no saco, livrar-se da carapinha com recurso a uma gadanha e dedicar-se à nobre tarefa que Deus lhe confiou à nascença, a do silêncio no conforto do seu lar.

Em suma, a utilização de tecnologia, vulgo e na generalidade, o replay de lances de dúvida, não só não resolveria o tema da verdade desportiva, como levaria as conversas dos paineleiros a um nível absolutamente estratósférico. A dúvida levantada pelos paineleiros quanto à intensidade do lance para grande penalidade ou o posicionamento do árbitro que não permite ver a jogada seriam substituídos por argumentos como "com este ângulo de filmagem é impossível ao Apito aferir se está ou não em jogo", ou então pior, " era necessário um zoom maior sobre a canela do jogador para saber se foi ou não tocado pelo adversário". Enfim, não só continuaríamos a ter paineleiros a vomitar disparates ainda maiores como os próprios Apitos estariam ainda mais sujeitos a escrutínio perante a avaliação de um lance duvidoso via repetição em ecrã televisivo. Por tudo isto, epá, eu prefiro continuar a ver o futebol à antiga, durante 90 minutos. Quem ganhar, ganhou, sabendo que se o meu clube perder, epá, paciência, para o ano há mais. 

Para se saber apreciar o futebol é preciso saber estar no futebol, e para isso meus caros, é preciso aceitar a derrota e honrar os vencedores, sejam eles quais forem.

Boa sorte a ambos para o Clássico de amanhã, e que ganhe o MELHOR!

Pantomineiro Mor
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
!-- Start of StatCounter Code for Blogger / Blogspot -->