sexta-feira, 8 de julho de 2016

Jerome ROTHEN, ex-internacional francês, ARRASA seleção de PORTUGAL!!!!




Jérôme Rothen: "Contra um País de Gales que não jogou nada de especial, Portugal aborreceu-me. A primeira parte foi catastrófica. Não sei se Danilo ou William Carvalho sabem fazer uma transversal de 30 metros, só sabem jogar no meio do campo. E Renato Sanches, foi comprado pelo Bayern por 35 milhões porque descobriram nele qualidades que ele ainda não tem. Tem frescura, progride com a bola, mas não tem nenhuma visão de jogo, nenhuma lucidez, nenhuma técnica. Portugal, na final, seja contra a Alemanha ou contra a França, não têm hipóteses nenhumas."

Pode ser que enganes oh cretino!!

Pantomineiro Mor

Alguns dos MOMENTOS HILARIANTES do EURO 2016



E o LOW é um dos grandes protagonistas!

Pantomineiro Mor

quinta-feira, 7 de julho de 2016

benni MCCARTHY festeja...... "vamos à FINAL CARALH*"!!!!!!!!!!!!!!!



O Bom português do Benny!

Pantomineiro Mor

Mestre NANDO, o GRECO, na sua tasca lá teve que servir LICOR de OURO e VINHO FINO!!!!!



Há água e há azeite; há licôr de ouro e licôr de merda. Também há vinho Fino e Moscatel de Setúbal. Na loja do Mestre Nando há de tudo um pouco mas, entre iguarias verdadeiramente inigualáveis encontra-se fiambrina, feijão preto e couratos.

Há quem prefira uma sandwich de couratos a lombo de porco fumado de Trás-os-Montes e quem ache que uma morcela de arroz se compara com paio Alentejano e também que o queijo bola Holandês é tão bom como Queijo da Serra e incomparavelmente melhor que o queijo de Azeitão.

Na botica do Nando também há carrascão Ribatejano do Cartaxo e Vinho do Douro e do Dão. Há um escanção de rastras que prefere o vinho tinto gelado e um beirão intransigente que lhe chama ignorante infecto.

O Nando convidou os amigos jornalistas e ofereceu-lhes um petisco de Sandwiches de couratos, Moscatel de Setúbal, carrascão gelado do Cartaxo, queijo bola em fatias finas e fiambrina. Em cima da mesa estava Pão de Kg cortado e pastéis de Belém expedidos de Lisboa na véspera. Foi muito aplaudido pela imprensa pela bela iniciativa georgiana de regar com água um prato de bacalhau à Bráz, à luz enfeitiçante de velas colocadas em copos de plástico.

Num canto escuro, ao abandono, estava o Paio Alentejano, o lombo de porco fumado, o pão de centeio em fatias finíssimas, queijo da Serra e de Azeitão, vinho do Porto com cento e dez anos, acabadinhos de fazer e uma travessa de doces de ovos de Aveiro, brancos de neve, acabadinhos de fazer.

Fora da loja aglomerava-se a multidão do Povo que espalmava os narizes na montra e se amontoava incrédula, enquanto observava a javardeira a empaturrar-se do outro lado da sala.

– Nando, deixa-nos entrar que o melhor fica a estragar-se mas, Nando, fez ouvidos de mercador horas a fio até que, de repente o Povo se insurgiu e antes que o linchassem, lá os deixou entrar para a mesa do canto. Com eles entreram alguns jornalistas estrangeiros que não compreenderam porque estavam a servir licor de merda e café solúvel quando havia, em quantidades assustadoras licor de ouro, Vinho do Porto com 110 anos e café de Timôr que chegava para todos e mais alguns. Dois jornalistas franceses vomitaram a fiambrina estragada, outro espanhol chamou a atenção para o queijo da Serra que achou decisivo, entre as iguarias Portuguesas. Os jornalistas ingleses que não encontraram cerveja quente foram-se ao vinho do Douro chambreado e apanharam uma grossa digna da vitória na Final. Vem um Francês e desata a fazer troça do vomitador, perguntando-lhe por que raio foi comer fiambrina com vinte e três anos de frigorífico em vez do Lombo fumado Transmontano.

Foi um fartote de gozo à custa do Nando, acabando todos a chamar-lhe Labrego. Como é que é possível? O catering era quase todo do Mendes? Mas esse gajo anda fugido, ninguém te disse? O Povo ainda vai a tempo de se deliciar, Graças a Deus! Não era sem tempo.

– “Oh Nando, mete o tomatinho na virilha..” e ele, meteu.

Pantomineiro Mor

O belo POEMA de CRISTIANO RONALDO







Este homem é só talento!

Pantomineiro Mor

sexta-feira, 1 de julho de 2016

A EFEMÉRIDE da nossa SELEÇÃO!!!!!



Estamos em euforia com a passagem às meias-finais e julgo que é o momento certo para falar sobre o tema. Todos já percebemos que não jogamos pevide, que o Ronaldo não está para jogar um boi pela seleção das quinas, sendo recorrentes aqueles olhares em campo de desespero como quem diz “com estes coxos não vou a lado nenhum”.  É verdade que Ronaldo é mais conhecido pelo mundo do que Portugal, mas dava jeito que ele tivesse presente que é apenas um dos 23.  Já faltam poucos dias para terminar a nossa participação no Euro e já me parece difícil que as coisas venham a mudar. Nem o Greco consegue ter mão nele e por isso lá vai fechando os olhos. Ronaldo só joga para a equipa quando as coisas estão feias, de resto a vedeta só tem olhos para o seu umbigo. Com a persistência que tem em marcar todos os livres, ainda o vamos ver a marcar pontapés de baliza a ver se a mete dentro das redes adversárias! Já faltou mais…..

Tenho ouvido muitos paineleiros nestes últimos e dias e de facto parece haver algum consenso que aponta para o facto do greco ser um maricas e não querer arriscar. Não é dito desta forma, à bruta, mas é o que quer dizer. Lá vamos festejando o nosso percurso por entre empates atrás de empates até ao derradeiro empate final. Estou tentado a vaticinar que quem vive pela espada morrerá pela espada, e perderemos após mais um empatezinho, às mãos da marca de grande penalidade. Sempre é melhor do levar uma tareia na final perante uma Itália ou uma França…. Sim, é isso, estou a vaticinar uma eliminação nas meias aos pés da Bélgica.

Não estou a ser pessimista, apenas e só realista, já fomos longe demais. Aliás prefiro assim, não somos uma nação de vencedores, não merecemos, e para nosso bem, não devemos ganhar o Euro. Recordo a improvável vitória grega no Euro 2004, precisamente contra nós, e naquilo que a Grécia se tornou, um país de mão estendida perante os seus pares europeus. Me dirão que não há ligação direta, e eu respondo, não há coincidências, depois da glória, a derrocada. Prefiro ter pão para comer a uma taça no museu. Bem, podemos lerpar nas meias e daqui a 2 ou 3 anos estar nas lonas como os gregos… pois sim, não nego, mas a fatalidade parece-me maior se ganharmos o Europeu. Recordo os meus caros leitores que a história se repete sempre, embora de forma diferente.

Voltando á vaca fria. O Greco não é um maricas como os paineleiros sugerem, é um realista! Alguém pode pensar em ser campeão europeu a jogar com o meio campo do Sporting? Ninguém no seu perfeito juízo. Por isso o greco joga com as armas que tem, e são poucas,  porque o melhor do mundo de quinas ao peito é apenas e só um gajo que está a tapar a entrada do Eder no 11! Salva-se o Renato, o Pepe e o Raphael, este último sempre cheio de mazelas. Hah e tal e o Quaresma? O cigano faz 15 minutos de bom nível, depois fica estafado! Mas e o que dizer do Nani? Jogador banal que já perdeu a capacidade de explosão que fez dele um extremo de top no Manchester!

Os méritos do Greco? Armou uma equipa de bons rapazes, quase todos bastante esforçados e tem tido a sorte dos mais mancos que têm entrado no 11 se terem lesionado, obrigando-o a fazer as alterações que o povo por aí aclamava. De outra forma como teria o Renato chegado ao 11? Foram por isso lesões cirúrgicas, com a única exceção a ser a do Raphael, porque como todos sabemos, com toda a picanha acumulada no cú do Eliseu, o gajo mal se mexe!

Vá, cairemos nas meias, e ficarei feliz, não tanto como o nosso Ronaldo que já está com a cabeça em Ibiza, mas pronto!


Pantomineiro Mor

RENATOR!!!!!! Ai se não é o nosso PUTO de 18 anos......







Miúdo, és fabuloso!!!

Pantomineiro Mor

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Jogador TURCO a pentear o CABELO permitiu o golo da CROACIA!





Vaidoso!!!

Pantomineiro Mor

Pantominocracia: BURDOGAL não!!!!! é POR-TU-GAL que se diz!!!!! RAIO DA EMIGRANTADA.....

Pantominocracia: BURDOGAL não!!!!! é POR-TU-GAL que se diz!!!!! RAIO DA EMIGRANTADA...

Epá eu não seria tão vermelho na escolha do 11, mas lá que alguns deviam lá estar, lá isso deviam,

PM..

BURDOGAL não!!!!! é POR-TU-GAL que se diz!!!!! RAIO DA EMIGRANTADA.....



Um início de europeu pouco digno de quem tem pretensões a levar o caneco para casa! Não jogamos mal, foi razoável como diz o mister, mas não chegou para levar de vencida a mais fraca seleção deste europeu. Em comparação, a exibição islandesa foi excelente, fizeram o que tinham a fazer  e levaram a água ao seu moinho. Ontem foi a história de David contra Golias, David levou a melhor dentro de campo, mas também nas bancadas! Os islandeses eram menos, mas fizeram mais barulho, apoiaram mais a sua equipa. A emigrantada lá se ia ouvindo a espaços,  normalmente com assobios a qualquer coisa. Porra, era suposto jogarmos em casa! Mas não, foram os islandeses a jogar em casa. Se acredito na nossa seleção? Claro que sim, mas era preciso que os 23 que lá se andam a pavonear trabalhassem um pouco mais, talento de sobra não faz uma equipa, e uma equipa é normalmente o que faz dela uma vencedora de uma competição deste calibre.

Bom, vamos ao que interessa, a avaliação da prestação dos nossos craques em campo:

Patrício – Esteve bem e defendeu o que podia, no golo, não era fácil, se fosse um redes de topo, talvez conseguisse evitar o empate

Raphael – Bom DE, foi talvez a exibição mais sólida dos tugas, gosto dele, é para manter, sabe subir, cruzar e marcar livres. Como é defesa, também defende razoavelmente, dá jeito.

Vieirinha – Tem graça, esteve bem a atacar e a cruzar, a defender nem por isso, roçou a mediocridade, mas não lhe aponto culpas no golo

Pepe – Um nojo, não pela exibição, mas pelo seu comportamento badalhoco em campo. Não gosto dele nem com molho de tomate. Por mim não voltava a calçar.

Ricardo Carvalho – Foi o elemento mais esclarecido da defesa, esteve muito bem, a idade não se notou, ainda assim, face ao tipo de adversário, bruno Alves devia ter jogado, era mais compatível com o estilo islandês.

Danilo – Uma nódoa, não deve voltar a jogar mais este euro, nem atacou nem defendeu, foi presa fácil para os islandeses. Sempre deslocado em campo, a jogar parado, paradinho

João Mário – Epá, se alguém o queria vender por 60 milhões que tire o cavalinho da chuva, nem metade, o miúdo não tem estofo de craque, é bonzinho para consumo interno, era bom dar lugar a outro

Moutinho – Fraco, nem sei porque razão o mister o põe a marcar bolas paradas, não tem jeito, está em baixo de forma e a caminhar para velho.

André Gomes – Gostei, sempre esclarecido em campo, fez a assistência para golo, deu bastante ao coletivo português, a jogar numa posição que não é a sua!

Nani – Foi o melhor de todos, mas não gosto dele. Marcou, podia ter marcado mais um e fico com a sensação que desvia para fora o livre do Raphael que levava selo de golo.

Ronaldo – Fez uma exibição parecida com aquela que fez na final da champions, muito fraco par ao que se espera dele. Enfim, o costume na seleção. Em princípio deve engatar contra a Austria, e ainda bem para nós!

Renato Sanches – Bela entrada em campo, melhor seria se tivesse jogado de início. Leva jogo para a frente e pode jogar em qualquer lugar do meio campo. Excelente o puto.

Quaresma – Mexeu como jogo mas foi insuficiente, jogador talhado para o fracasso e conflito. Por mim nem tinha sido convocado, razão tinha o Paulo Bento

Eder – Mais um para a defesa islandesa, atrapalhou a nossa manobra ofensiva numa altura em que precisávamos de clarividência. Devia ter visto o jogo como eu, no sofá!



terça-feira, 12 de abril de 2016

MÍSTICA BENFIQUISTA: Ganhar por 3 ao BAYERN senão é derrota!



Até me custa mas tem que ser. Estamos em vésperas da segunda mão dos quartos de final da Champions e é hora de falar um pouco do jogo que o Benfas vai ter pela frente face ao Bayern.  Começo por recordar a derrota da primeira mão em Munique. Foi pela margem mínima, 1-0, mas entre as hostes vermelhas cheirou a vitória. A crença era tão forte de que o resultado natural seria uma tareia daquelas à antiga que subitamente a derrota soou a vitória. Meus caros, não deixou de ser uma derrota, e um mau resultado por sinal, pois não marcar golos fora nunca é bom numa competição onde os golos fora, em caso de empate no conjunto dos dois jogos, valem a dobrar. Foi uma reação saloia a de festejar a derrota. Bem sei que o Bayern é sempre aquele papão que já engoliu lagartos e tripeiros, triturando-as até só restar pó, mas a crença benfiquista tem que ser sempre bem superior, na Alemanha meus caros, era para ganhar, té porque se a Juventus ameaçou, o Benfas tinha tudo para empacotar os bávaros lá. A nação benfiquista tem que ter sempre o máximo orgulho na sua equipa, não precisa de alimentar o ego com míseras derrotas junto de colossos europeus. A diferença para os outros é precisamente essa, entra sempre em campo para ganhar, independentemente do adversário, os outros apenas o dizem, depois encolhem-se em campo, mas o Benfas não se encolhe, agigantasse. Não foi isso que eu vi, em particular na primeira parte desse jogo contra os bávaros, vi uma equipa tímida e anémica na componente ofensiva do seu jogo. Aqueles que se contentaram e regozijaram com a exibição deviam ter vergonha na cara no mínimo. O redes defendeu bem? Ótimo, é para isso que é pago. Tem qualidade? Claro que tem, senão não faria parte do plantel. Há que ser exigente, há que colocar a fasquia lá em cima, acarinhar os jogadores mas nunca aliviar a pressão sobre o grau de exigência máxima que caracteriza o maior clube do mundo. Não se pode querer ser o melhor clube do mundo e depois não corresponder em matéria de exigência.

Agora para amanhã, o que esperar? Que o Benfas será capaz de encostar o Bayern às cordas sem apelo nem agravo. A crença benfiquista assim o obriga, é uma questão de tradição e de honra. Uns pensarão que sou lunático, mas digo-vos, não sou, tenho a noção da grandiosidade do clube, e é nestas alturas que temos que esperar que os jogadores que entrarem em campo serão capazes de fazer das tripas coração, embarcados numa epopeia contra os bávaros, a reboque de uma massa associativa que no estádio da Luz provará que quem manda na Luz são os de encarnado, os da casa entenda-se. Porque os outros também equipam de encarnado! É para ganhar e pronto, não eliminar os germânicos não me passa pela cabeça, como espero que não passe pela cabeça de nenhum lampião. Muito menos espero que alguém que se diz lampião aceite perder em casa por margem lisonjeira e sinta satisfação por olhar para o placard do resultado e não encontrar um resultado desnivelado. Isso é bom para os outros, do outro lado da segunda circular, eternos aspirantes a ser como o Benfica, mas sem as bases essenciais para algum dia lá chegar.

Bem sei que o Jonas não joga, mas jogará um “Manel” qualquer que vai com certeza vestir o manto sagrado que lhe dará a força necessária para contrariar a equipa de Pepe Guardiola. Tem que ser, é assim que funciona naquele clube, não há alternativa senão ganhar, só assim se fará jus à grandeza do clube. Amanhã será uma batalha de 90 minutos ao fim da qual o adversário germânico sairá vergado à grandeza da águia estampada no emblema, e eles, bávaros, também sabem que cá vão encontrar um inferno, por isso convém não desiludir esta malta. Não suporto o espírito de subserviência a ninguém, muito menos aos alemães, já bem basta a subserviência económica, no futebol, é diferente, não se ganham jogos com euros, ganham-se jogos dentro das 4 linhas. Deixo o meu palpite, 3-0 para o Benfas, e menos do que isso, é derrota.


Pantomineiro Mor

Bye bye PESEIRO, volta sempre lá do teu planeta!






Pela vontade dos tripeiros nem nunca devias ter vindo!

Pantomineiro Mor

Je suis MOSSACK FONSECA





É tema e está na ordem do dia, se os clubes tivessem $$$, também teriam offshores!

Pantomineiro Mor

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Para azar dos LAGARTOS não houve CAPELADAS!



João Capela cumpriu, não fez mau trabalho no Académica-Benfica, e o Benfica ganhou. O Campónio deve estar a espumar da boca, como é que tal foi possível de acontecer? Às tantas desenvolve-se um crença tão grande de que o Benfas só ganha com a ajuda dos apitos junto da nação lagarta, que o facto de num determinado jogo que estava especialmente sob escrutínio não levar ao dito benefício desilude profundamente. A solução para todos os males é sempre o mesmo no WC, não se ganham canecos porque os malfadados apitos, pelo efeito da fruta ou dos vouchers, encaminha-os para os museus dos outros. A crença é tão forte que a não existência de lances mal ajuizados representa uma profunda desilusão, sendo pior do que se nesse jogo os apitos tivessem merecido serem apelidados de gatunos.

A Badocha anseia sempre que o Orelhas lhe dê um pouco de conversa, mas o mais que consegue são uns piropos do Mr. Burns, a quem a Badocha não se esquiva a responder. Tudo o que veste de vermelho serve para ripostar. Não me surpreenderia que em breve dessemos com a Badocha a ripostar perante um semáforo encarnado, acusando-o de estar mais tempo na cor do rival do que verde. Coisas do sistema provavelmente…..

Não obstante o apito não ter sido determinante na vitória encarnada da última jornada, a fé do mal já se pôs em campo para perspetivar o festival de gatunagem que vai assolar o campeonato nacional até ao final da época. Mera fantasia e delírio destes perdedores natos que encontram conforto e prazer na persistente perseguição aos apitos. São estas as virgens que pugnam pela verdade desportiva. Parece que nunca foram beneficiados, e quando o são, negam essa evidência, chamam-lhe de forma abrangente verdade desportiva, ou desviam a atenção para os do costume. Não me canso de enfatizar que os que procuram o benefício próprio dos apitos não são melhores do que os outros. No dia em que vir a Badocha e o Campónio saírem a terreiro para criticar um apito que se tenha enganado a seu próprio favor, então aí poderei reconsiderar. Até lá são apenas uns vermes que procuram o mesmo tratamento VIP que os apitos reservam para alguns clubes.

Espero que os verdadeiros sportinguistas não se revejam nesta estratégia de baixo nível que os dirigentes lagartos têm levado a cabo. Nada pior do que a martirização do Sporting, que na prática significa apenas e só que são uns Calimeros com quem todos vão gozar. Até eu….


Pantomineiro Mor

ADEPTOS do SPORTING levam banho de água fria!!!!!





Ainda não foi desta!!!

Pantomineiro Mor
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
!-- Start of StatCounter Code for Blogger / Blogspot -->